Bateria de Questões de Concursos – Entrevista Psicológica

By  | 28 de outubro de 2012 | 1 Comment | Filed under: questões de concursos, TJ-SP

Bateria de Questões de Concursos – Entrevista Psicológica

 

1 – FCC – 2012 – TJ-RJ – Analista Judiciário – Psicologia

Em se tratando da avaliação psicológica realizada no contexto forense é possível dizer que as entrevistas

a) são idênticas àquelas realizadas no modelo clínico já que os objetivos e a metodologia são iguais.

b) não devem pressupor situações ligadas à dissimulação e simulação do entrevistado.

c) desconsideram informações e fatos ocorridos no passado focando apenas o momento presente da situação.

d) não devem se prestar a confirmar a validade dos achados e dos próprios métodos utilizados.

e) devem extrapolar o objetivo da investigação do mundo interno do avaliando, para valorizar, também, aspectos de sua realidade objetiva.

 

 

2 – FCC – 2012 – TJ-RJ – Analista Judiciário – Psicologia

A entrevista investigativa possui sua fundamentação teórica baseada em pesquisas empíricas da área

a) da Psicologia Junguiana.

b) da Psicologia Cognitiva.

c) da Bioética.

d) do Psicodrama.

e) do Transculturalismo.

 

 

3 – FCC – 2007 – TRF – 3ª REGIÃO – Analista Judiciário – Psicologia

Segundo Marcelo Tavares, a entrevista de triagem tem por objetivo principal

a) avaliar a demanda do sujeito e fazer um encaminhamento.

b) fazer o levantamento detalhado da história de desenvolvimento da pessoa, sobretudo na infância.

c) priorizar aspectos sindrômicos ou psicodinâmicos.

d) focalizar a avaliação da estrutura ou da história familiar.

e) comunicar ao sujeito o resultado da avaliação.

 

4- FCC – 2007 – TRF – 3ª REGIÃO – Analista Judiciário – Psicologia

Segundo Jurema Alcides Cunha, a história pessoal (ou anamnese) pressupõe

a) um levantamento da sintomatologia e das condições de vida do paciente.

b) a história clínica, ou seja, a história da doença atual.

c) a caracterização da emergência de sintomas ou de mudanças comportamentais, numa determinada época e a sua evolução até o momento atual.

d) uma reconstituição global da vida do paciente, como um marco referencial em que a problemática atual se enquadra e ganha significação.

e) a entrevista com diversos familiares, para uma compreensão da dinâmica individual do paciente.

 

 

5 – FCC – 2011 – TRT – 1ª REGIÃO (RJ) – Analista Judiciário – Psicologia

Quando para o estabelecimento de um diagnóstico, inicia- se a investigação com a obtenção de uma história clínica do paciente, a mais completa possível (esclarecimento dos sintomas atuais com sua descrição objetiva e detalhada, as circunstâncias em que surgiram, se houve ou não algum estressor que desencadeou ou agravou o quadro, o grau de interferência na vida social, nas atividades profissionais diárias, nas relações interpessoais e a intensidade do sofrimento psíquico; breve histórico do desenvolvimento pessoal e de como ocorreu a ultrapassagem das diferentes etapas evolutivas), tal procedimento usualmente recebe o nome de

a) histórico social.

b) anamnese.

c) biografia.

d) entrevista aberta.

e) entrevista prévia.

 

6 – FCC – 2011 – TRT – 1ª REGIÃO (RJ) – Analista Judiciário – Psicologia

O psicodiagnóstico clínico acaba com uma entrevista, na qual o profissional explica ao entrevistado as conclusões extraídas e conversa sobre elas. Trata-se da Entrevista de

a) Devolução.

b) Solução.

c) Comunhão.

d) Avaliação.

e) Compreensão.

 

7 – FCC – 2011 – TRT – 1ª REGIÃO (RJ) – Analista Judiciário – Psicologia

As entrevistas de seleção podem ser classificadas em função do formato das questões e das respostas requeridas. A entrevista padronizada apenas nas perguntas é uma entrevista com perguntas previamente elaboradas, que permitem ao candidato respondê-las de forma

a) livre.

b) fechada.

c) estruturada.

d) otimizada.

e) diretiva.

 

8 – CESPE – 2011 – Correios – Analista de Correios – Psicólogo

Considerando que a seleção de pessoal ocorre em fases e que, após a triagem, são aplicadas técnicas para identificar o candidato mais adequado ao cargo, julgue os itens a seguir.

Ao utilizar uma entrevista semiestruturada, o avaliador pode introduzir questões fora de pauta, visando extrair informações mais detalhadas do entrevistado para conhecê-lo melhor; contudo, na grande maioria das vezes, essas informações não servem como parâmetro de comparação entre dois candidatos.

 

Certo    Errado

 

 

9 – CESPE – 2011 – Correios – Analista de Correios – Psicólogo

 

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

Para agregar valor ao processo seletivo na terceira etapa, os psicólogos devem utilizar entrevista situacional, com questões baseadas em condições reais de trabalho, a partir da análise do cargo que se pretenda preencher.

 

Certo    Errado

 

 

10 – CESPE – 2011 – STM – Analista Judiciário – Psicologia – Específicos

Com relação à entrevista clínica e à entrevista lúdica, julgue os itens seguintes.

 

Na entrevista lúdica, a criança expressa seus sentimentos no brincar (com brinquedos disponibilizados pelo psicólogo) e também por meio de suas palavras.

 

Certo    Errado

 

11 – CESPE – 2011 – STM – Analista Judiciário – Psicologia – Específicos

Com relação à entrevista clínica e à entrevista lúdica, julgue os itens seguintes.

Durante a entrevista lúdica, o psicólogo não pode fazer perguntas para a criança, a fim de não direcionar a criança ou o conteúdo expresso.

Certo    Errado

 

12 – CESPE – 2011 – STM – Analista Judiciário – Psicologia – Específicos

Com relação à entrevista clínica e à entrevista lúdica, julgue os itens seguintes.

A entrevista clínica é um dos componentes do processo de avaliação psicológica de um sujeito.

 

Certo    Errado

 

13 – CESPE – 2011 – STM – Analista Judiciário – Psicologia – Específicos

Com relação à entrevista clínica e à entrevista lúdica, julgue os itens seguintes.

Na entrevista clínica, requere-se delimitação temporal, de modo que se programe seu início e fim.

Certo    Errado

 

14 – FCC – 2011 – TRT – 23ª REGIÃO (MT) – Analista Judiciário – Psicologia

Entrevista semiestruturada, de avaliação, de fundamentação psicodinâmica, proposta por Ryad Simon (1989, 1993). É a Entrevista Diagnóstica

a) Adaptativa Operacionalizada (EDAO).

b) Clínica Estruturada para o DSM-IV.

c) Motivacional.

d) Estruturada para Diagnóstico de Demência (ENEDAM).

e) Familiar Estruturada.

 

 

15 – FCC – 2011 – TRT – 23ª REGIÃO (MT) – Analista Judiciário – Psicologia

A finalidade da entrevista inicial em Psicanálise é avaliar a analisibilidade e a acessibilidade do pretendente à análise. A acessibilidade corresponde à disponibilidade e capacidade de o paciente permitir

a) que o analista lhe pergunte sobre seu passado.

b) o agendamento das entrevistas subsequentes.

c) um acesso ao seu inconsciente.

d) que o analista lhe pergunte sobre suas preocupa- ções atuais.

e) que o analista lhe recomende ações construtivas.

 

16 – CESPE – 2011 – TRE-ES – Analista – Psicologia – Específicos

Com relação ao processo de psicodiagnóstico e às técnicas projetivas, julgue os itens a seguir.

A entrevista inicial, que consiste na coleta de todos os dados do paciente, deve ser livre, de forma a se garantir a fidedignidade dos dados coletados. Isso significa que o paciente é quem deve guiá-la, conforme sua queixa ou o motivo que o levou ao psicodiagnóstico.

Certo    Errado

 

17 – CESPE – 2011 – TRE-ES – Analista – Psicologia – Específicos

Com relação ao processo de psicodiagnóstico e às técnicas projetivas, julgue os itens a seguir.

A linguagem corporal do paciente, mesmo que manifestada exageradamente durante a entrevista inicial — como, por exemplo, quando ele pisca repetidamente na abordagem de assunto —, deve ser desprezado pelo psicólogo na avaliação, a qual deve basear-se unicamente nos dados obtidos por meio de testes.

Certo    Errado

 

18 – UFPR – 2010 – UFPR – Psicólogo

A realização de entrevista clínica é considerada uma das principais competências do psicólogo, independentemente de sua abordagem teórica. Sobre o procedimento de entrevista clínica, é correto afirmar:

a) A entrevista clínica define-se pelo seu caráter aberto, em que o cliente conduz os conteúdos tratados.

b) Existem diferentes fases da entrevista, e os autores concordam com a existência de uma fase de introdução, uma de exploração, uma de teste de hipótese e, finalmente, uma fase de feedback (devolução da informação).

c) A entrevista clínica deve restringir-se a 50 minutos, para que o enquadre seja mantido.

d) O silêncio deve ser evitado durante as primeiras entrevistas, uma vez que ele é indicador da resistência do cliente à intervenção.

e) A técnica de paráfrase, uma das mais importantes técnicas de intervenção, caracteriza-se por apontar discrepâncias entre o que é observado e o que é falado.

 

19 – FUNCAB – 2010 – DETRAN-PE – Psicólogo

Em entrevista clínica, paciente relata um atropelamento do qual foi a causa, de forma fria, descrevendo insensivelmente pormenores do acidente e da situação de ferimentos em que se encontrava a vítima. Este tipo de comportamento, característico de certa psicopatologia, costuma provocar no entrevistador, em relação ao entrevistado, o mecanismo psicodinâmico conhecido por:

a) atuação.

b) recalcamento.

c) comoção.

d) empatia.

e) histeria.

 

20 – FCC – 2009 – TJ-AP – Analista Judiciário – Psicologia

Quando se trabalha com a suposição de que o paciente conhece sua vida e está capacitado para fornecer dados sobre a mesma, fala-se em

a) diagnóstico.

b) anamnese.

c) aconselhamento.

d) escuta seletiva.

e) informe psicológico.

 

21 – FCC – 2009 – TJ-AP – Analista Judiciário – Psicologia

A ansiedade desempenha um papel importante na entrevista. Pode-se dizer que quando o ego observador do psicólogo se deixa invadir pela ansiedade na situação de entrevista, ele

a) comete uma grave falta ética.

b) consegue interpretar melhor os sentimentos do outro, analisa de forma isenta.

c) perde a capacidade de discriminação, confunde-se, deixa-se manipular.

d) consegue penetrar no mundo onírico do outro, facilitando a interpretação dos sonhos.

e) perde a capacidade de rever a própria culpa que pode surgir na relação.

 

22 – FCC – 2009 – TJ-AP – Analista Judiciário – Psicologia

Quando o entrevistador tem clareza de seus objetivos, sabe qual o tipo de informação necessária para atingi-los, conhece quando ou em que sequência deve realizar as perguntas e ainda estabelece um procedimento que garante a obtenção da informação de um modo padronizado, trata-se da Entrevista

a) de Pesquisa Clínica.

b) de Livre Consentimento.

c) Lúdica.

d) de Livre Estruturação.

e) Semiestruturada.

 

23 – FCC – 2009 – TJ-AP – Analista Judiciário – Psicologia

Sara Pain, em sua obra Diagnóstico e tratamento dos problemas de aprendizagem, aponta a importância da entrevista dedicada à devolução do diagnóstico como uma experiência de aprendizagem, uma vez que se toma consciência da situação e se providencia sua transformação. A autora acredita que neste momento do processo, o que mais ajuda o especialista, é aquilo que foi expresso

a) nos contatos telefônicos.

b) na elaboração da vivência de luto.

c) durante a totalidade do contato com o paciente.

d) nos episódios principais de forte expressão emocional.

e) no motivo da consulta.

 

24 – FCC – 2009 – TJ-AP – Analista Judiciário – Psicologia

A entrevista que pode ser utilizada como intervenção para o beber excessivo (em transtornos aditivos) e que propõe intervenções terapêuticas vinculadas a cada estágio de mudança, com o objetivo de resolver a ambivalência e mover os indivíduos em relação à mudança, é denominada de Entrevista

a) Motivacional.

b) Dessensibilizadora.

c) de Cura.

d) Focada.

e) Reeducativa.

 

25 – FGV – 2010 – CAERN – Psicólogo

É importante que, no momento da entrevista, o entrevistador esteja em estado físico e psíquico satisfatório.

A esse respeito, analise as afirmativas abaixo:

Preocupações com saúde, família ou trabalho de um dado entrevistador influenciam seu desempenho na função.

PORQUE

Os componentes psicofisiológicos da percepção têm implicações tanto no comportamento do entrevistador quanto na dinâmica da entrevista.

Com base no texto produzido, é correto afirmar que

a) as duas afirmações são verdadeiras, e a segunda justifica a primeira.

b) as duas afirmações são verdadeiras, e a segunda não justifica a primeira.

c) a primeira afirmação é verdadeira, e a segunda é falsa.

d) a primeira afirmação é falsa, e a segunda é verdadeira.

e) as duas afirmações são falsas.

 

26 – FCC – 2009 – TRT – 4ª REGIÃO (RS) – Analista Judiciário – Psicologia

Ao conduzir pesquisas sistemáticas de personalidade, os investigadores frequentemente fazem uso de entrevistas estruturadas, nas quais a ordem e o conteúdo das perguntas são:

a) alternados.

b) variáveis.

c) adaptáveis.

d) maleáveis.

e) fixos.

 

27 – FCC – 2009 – TJ-PI – Analista Judiciário – Psicologia

Uma vez que a psicanálise postula que o comportamento humano é determinado basicamente pelos processos psicológicos inconscientes, o entrevistador busca avaliar a motivação inconsciente, o funcionamento psíquico e a organização da personalidade do entrevistado. A entrevista com este enfoque centra-se na:

a) formulação de perguntas comportamentais que revelem a dinâmica da personalidade do entrevistado, garantindo assim acesso aos conteúdos conscientes e inconscientes, de maneira a se registrar padrões de comportamentos que devem ser eliminados e aqueles que devem ser reforçados durante o tratamento psicoterápico.

b) queixa do cliente e na perspectiva de como ele pode identificar comportamentos que merecem ser re-significados.

c) busca dos fatores que geram estresse, principalmente nas relações parentais que ocasionaram traumas na formação da personalidade.

d) anamnese profunda sobre motivadores, doenças e outros fatores hereditários que podem trazer à tona informações preciosas para a formulação do diagnóstico psicológico.

e) psicodinâmica e estrutura intrapsíquica ou nas relações objetais e funcionamento interpessoal.

 

28 – FUNIVERSA – 2010 – MPE-GO – Psicólogo

Uma menina de 12 anos chega para entrevista com o psicólogo, encaminhada pelo Conselho Tutelar. O relatório do Conselho traz como informações importantes: a criança trabalha desde os 7 anos de idade na casa de vizinhos. A mãe (alcoólatra) a obriga a trabalhar para que ela traga dinheiro para casa. A menina fugiu de casa e conta que não quer mais trabalhar. Foi recolhida em uma praça da cidade, depois de ter sido pega jogando pedras nos carros que passavam. A criança apresenta aparentes maus-tratos, marcas de queimaduras e instabilidade emocional.

Com base no texto V, é correto afirmar que, via de regra, a violência

a) psicológica é sempre a mais evidente, ocorrendo com maior frequência.

b) sexual, explícita no texto, revela um aglomerado de situações complexas.

c) tanto física quanto psicológica podem ocorrer de modo isolado ou em conjunto.

d) física é a única que congrega todas as demais.

e) psicológica é a que mais se pode perceber no texto: bastaria uma entrevista com a criança para comprová-la.

 

29 – FUNIVERSA – 2010 – MPE-GO – Psicólogo

A entrevista clínica tem-se mostrado um instrumento valioso em processos de abuso sexual cometidos contra crianças e adolescentes. Os dados levantados na entrevista propiciam apoio no acompanhamento em situações legais e judiciais, bem como um melhor encaminhamento para outros serviços. A escuta dessas crianças e adolescentes requer que o entrevistador tenha qualidades que são importantes para o oferecimento de uma escuta diferenciada desses sujeitos. Entre essas qualidades, destacam-se

a) envolver-se pessoalmente com o problema da criança, ter autoconhecimento, propiciar a emergência de fantasia e ser sincero.

b) discernir entre seus problemas e os da criança, ter postura de dúvida em relação ao que é contado e estimular a capacidade criativa da criança.

c) envolver-se de maneira significativa com a criança, fortalecer o vínculo a partir da indignação da criança e ser honesto.

d) discernir entre seus problemas pessoais e os da criança, ter autoconhecimento, ser sincero e honesto, aceitar e compreender a criança e estar seguro de si.

e) estimular a catarse como meio de elaboração do problema, agir com segurança e tomar o relato da criança como um problema em que deve se envolver pessoalmente.

 

 

30 – FCC – 2010 – TRF – 4ª REGIÃO – Analista Judiciário – Psicologia do Trabalho

Pesquisas indicam que o método tradicional de entrevistas, principalmente aquele que se baseia na intuição do selecionador como indicador do candidato certo, não garante uma contratação de sucesso. Uma qualidade essencial da seleção por competências é o fato de não se basear na intuição para a escolha do candidato, mas sim em fatos concretos e mensuráveis, como

a) o conhecimento.

b) a experiência.

c) o comportamento.

d) a motivação.

e) a atitude.

 

31 – FCC – 2010 – TRF – 4ª REGIÃO – Analista Judiciário – Psicologia do Trabalho

Para Blanca Guevara Werlang, o papel do psicólogo na entrevista lúdica diagnóstica é passivo, porque funciona como observador, mas também é ativo, na medida em que sua atitude é atenta na compreensão e formulação de hipóteses sobre a problemática do entrevistado, assim como na ação de efetuar perguntas para

a) pesquisar o que a criança pensa sobre a sua sintomatologia.

b) completar as respostas ao roteiro da entrevista inicial.

c) explorar o que a criança pensa sobre os pais não estarem presentes.

d) conhecer como a criança se sente na família e no ambiente escolar.

e) esclarecer dúvidas sobre a brincadeira.

 

32 – FCC – 2010 – TRF – 4ª REGIÃO – Analista Judiciário – Psicologia do Trabalho

Entrevista delineada para auxiliar aos clientes na decisão de mudança nos comportamentos considerados aditivos, tais como transtornos alimentares, tabagismo, abuso de álcool e drogas, jogo patológico e outros comportamentos compulsivos, trabalhando a resolução da ambivalência.

Trata-se da Entrevista

a) Dilemática.

b) Motivacional.

c) Estruturada para o DSM-IV.

d) Estruturada para a CID-10.

e) Contextual.

 

 

33 – PUC-PR – 2010 – COPEL – Psicólogo

No processo de avaliação para seleção de pessoal, utilizam-se várias técnicas, sendo que a mais comum e importante é a entrevista.

Assinale a alternativa CORRETA em relação aos cuidados que o psicólogo deve ter ao utilizar essa técnica:

a) A atitude do entrevistador poderá interferir na qualidade da entrevista, abrindo espaço para a manipulação do entrevistado ou até mesmo prejudicando a imagem da organização.

b) A entrevista deve seguir um padrão único, por isto o entrevistador deverá construir um roteiro para ser utilizado para qualquer candidato.

c) O entrevistador deve desenvolver seu trabalho com a máxima qualidade, não se importando com o tempo utilizado, pois o candidato está à procura de trabalho e não se importará com o tempo que terá de dispor para atingir seu objetivo.

d) As perguntas devem priorizar aspectos pessoais, pois o entrevistador deverá conhecer o candidato, sua história de vida, suas escolhas, sucessos e seus fracassos pessoais com profundidade.

e) As perguntas devem ser elaboradas de forma sutil, para que o entrevistador possa verificar possíveis incongruências no discurso do candidato.

 

34 – PUC-PR – 2010 – COPEL – Psicólogo

A entrevista de desligamento é uma ferramenta que subsidia a prática do psicólogo nas organizações, fornecendo informações importantes para desenvolver intervenções em várias atividades. Assinale a alternativa CORRETA em relação a esse tema:

a) A entrevista de desligamento é um bom momento para orientar o ex-empregado e para dar o feedback a respeito dos problemas que ele apresentou no seu desempenho.

b) A qualidade do trabalho do psicólogo, no processo de recrutamento e seleção, poderá ser avaliada por meio das informações obtidas na entrevista de desligamento.

c) O momento da entrevista deve ser aproveitado somente para buscar as informações pertinentes ao objetivo, não permitindo que o ex-empregado aproveite esse momento para desabafos etc.

d) As informações obtidas na entrevista devem ser levadas ao chefe imediato, logo em seguida ao seu término, para informar ao gestor quais os seus problemas de relacionamento ou de gestão.

e) O motivo do desligamento não é objeto da entrevista, pois essa informação já foi apresentada pelo gestor. Investigar essa informação com o ex-empregado somente levaria a questões que não interessam à organização.

 

35 – PUC-PR – 2010 – COPEL – Psicólogo

A percepção bem desenvolvida é uma habilidade primordial, pois é ferramenta importante para atuação profissional que exige adaptação constante a novos contextos.

Assinale a alternativa CORRETA sobre esse tema:

a) A percepção é um processo complexo em que os fatores individuais e ambientais estão envolvidos, construindo uma forma de conhecer um contexto específico.

b) Um fator que não influencia na percepção do a algo novo é a experiência vivida pelo indivíduo, pois, como estamos frente a um objeto, fato etc. desconhecido, procuramos não receber influência do que está registrado em nossa história.

c) O homem no processo de percepção tem capacidade de registrar todos os detalhes e diferenças apresentadas no objeto ou respectiva situação.

d) Frente a alguma situação não criamos hipóteses nem expectativas sobre o que irá ocorrer posteriormente, pois nossa percepção não utiliza registros mentais.

e) As espécies animais apresentam um padrão perceptivo que somente difere entre elas. Os membros de uma mesma espécie não apresentam percepções diferentes diante do mesmo estímulo.

 

36 – FCC – 2008 – TRT – 18ª Região (GO) – Analista Judiciário – Psicologia

Na relação que se estabelece na entrevista, deve-se contar com dois fenômenos altamente significativos: a transferência e a contratransferência. A primeira refere-se

a) à capacidade do entrevistador e do entrevistado em selecionarem os elementos essenciais que devem fazer parte do escopo da relação transferencial, criando significado psicológico para ambos.

b) aos fenômenos que aparecem no entrevistador como emergentes do campo psicológico que se configura na entrevista.

c) ao processo de empatia estabelecido pelo entrevistado para com o entrevistador, que favorecerá a troca de informações e a ajuda mútua para que o processo psicoterapêutico obtenha sucesso.

d) à atualização, na entrevista, de sentimentos, atitudes e condutas inconscientes, por parte do entrevistado, que correspondem a modelos que este estabeleceu no curso do desenvolvimento, especialmente na relação interpessoal com seu meio familiar.

e) ao movimento empático, em que o entrevistador atuará na relação com o seu cliente em papéis projetados em cenas identificadas por ele como de extrema tensão emocional.

 

 

37 – FCC – 2008 – TRT – 18ª Região (GO) – Analista Judiciário – Psicologia

A diferença básica entre entrevista e qualquer outro tipo de relação interpessoal (como a anamnese), é que a regra fundamental da entrevista, sob este aspecto, é

a) procurar fazer com que o campo seja configurado especialmente pelas variáveis que dependem do entrevistado.

b) uma troca de informações aberta e dirigida pelo entrevistado, que expressará sua opinião sobre diversos assuntos.

c) buscar diferenças entre aquilo que é relatado pelo entrevistado e pelas pessoas que convivem com ele.

d) que o entrevistador detém poder sobre o entrevistado, criando situações de pressão para observar comportamentos que se manifestem inadequados.

e) compartilhar com o entrevistado o seu estado psíquico, criando, assim, uma relação de empatia.

 

 

38 – FCC – 2008 – TRT – 18ª Região (GO) – Analista Judiciário – Psicologia

Um sistema fechado de comunicação é aquele em que as respostas são

a) modificadas, levando-se em consideração um grupo específico e limitado de conhecimentos, diminuindo- se a ocorrência de ruídos de comunicação.

b) escolhidas num alfabeto infinito e a probabilidade de cada resposta é estimada.

c) congruentes a um dado contexto que representa um grupo de informações advindas de um sistema anterior de probabilidades expressas.

d) escolhidas aleatoriamente e a probabilidade de cada resposta é limitada a um grupo específico de conhecimentos.

e) escolhidas num alfabeto finito e a probabilidade de cada resposta é calculável.

 

Tags: , ,

One Response to Bateria de Questões de Concursos – Entrevista Psicológica

  1. Keith Magalhães 28 de outubro de 2012 at 21:10

    Cadê o gabarito????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *